HOME|EDITORIAL|Seguindo em frente!
Seguindo em frente!
Seguindo em frente!

Data: 28/04/2017

O empate obtido pelos reservas do Fluminense, na noite de quarta-feira, em Los Larios, contra a valente equipe do Brasil de Pelotas, fez com que o Tricolor das Laranjeiras se classificasse para as quartas de final da Primeira Liga.

Foi um jogo franco. Apesar de termos mais posse de bola e mais presença na área adversária, as duas equipes criaram chances de gol e poderiam ter saído de Xerém com a vitória.

O gol do Fluminense foi do esforçado Danielzinho, que recebeu uma assistência do também esforçado Maranhão. A partida foi pobre em emoções, mas a bravura e o entusiasmo do nosso jovem time lembram épocas passadas de muito sucesso e alegria para os olhos dos nossos torcedores.

O mais importante foi a classificação e mais algum dinheiro no bolso, o que, na falta de uma visibilidade maior, ainda nos permite respirar.

Agora, o Fla-Flu...

Dentro e fora de campo... 

Pelo campeonato estadual e pelo Maracanã. Na bola e na esfera política. O Fluminense não faz parte do país dos beneficiados, seja por governos, seja pela imprensa do monopólio.

Nosso time jogando o que sabe e com todos os titulares tem condições de alcançar o futuro.  Basta que as condições físicas dos nossos atletas, muito bem cuidados pelo nosso Departamento Médico, não atrapalhem durante essa importante jornada.

Jogo, apesar de serem dois, não recomendado para cardíacos. Fla–Flu não tem favorito absoluto, apesar de que neste momento eles são definidos como o ‘clube riquinhos’.

O Fluminense terá pela frente um mês de maio com muitas decisões dentro e fora dos gramados. E para se administrar, segundo os conceitos do Observatório do Fluminense, é preciso muita transparência, além da manutenção dos conceitos políticos.

O Fluminense nunca teve dono, nem terá. O certo se aplaude e o errado se erradica.

Que venham os novos tempos de implementação definitiva dos conceitos de gestão que permitam colocar o Fluminense no patamar que lhe corresponde.

E nesse momento, não devem existir intocáveis, nem apadrinhados. Quem paga a conta é sempre o Fluminense.

É dever da torcida do Fluminense comparecer em peso ao Maracanã na primeira partida das finais do Carioca.

O Observatório do Fluminense, dentro da sua linha editorial, observa!

 

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden