HOME|EDITORIAL|O objetivo tem que ser outro
O objetivo tem que ser outro
O objetivo tem que ser outro

Data: 06/11/2017

Depois da brilhante vitória de virada sobre o Botafogo no Engenhão, por 2 a 1, no sábado passado (04/11), mesmo sem ainda ter alcançado a pontuação que garante a permanência na Série A, restando ainda seis rodadas, o Fluminense pode se permitir sonhar com outro patamar de classificação na competição. Mas tem que querer! Desde os jogadores, passando pelos profissionais, pelos questionados executivos e, principalmente, pelo corpo de dirigentes.

Foi um jogo a la Fluminense.Tomamos um gol com 55 segundos de jogo, depois de mais uma pixotada (deve ser a terceira ou quarta do ano) do zagueiro Renato Chaves (que depois acabou realizando uma partida irrepreensível). Por alguns momentos, os fantasmas que rondaram o ano de 2017 voltaram a nos atormentar, dando a impressão de que a equipe alvinegra nos venceria facilmente e por placar dilatado.

Só que com o passar do tempo, depois dos 30 minutos desse mesmo 1º tempo, o nosso time se encaixou e passou a jogar dentro do campo adversário. Já na segunda parte, um belo chute do Gustavo Scarpa encontrou o travessão da meta do goleiro paraguaio Gatito Fernandez. Foi quando a nossa torcida percebeu que a equipe queria jogo, e assim foi. O nosso meio campo foi cerebral, mas sem perder a transpiração, roubada de bolas, triangulações e rapidez na transição. Era questão de tempo. Com gols de Marcos Júnior e Matheus Alessandro, o Fluminense deu a volta no placar.

Nossos 42 pontos permitem ao Fluminense não ter que se desesperar em agonia. Sim, a permanência na Série A é questão de mais 3 ou 4 pontos.

Só que ainda teremos seis jogos até o final do campeonato, com 18 pontos em disputa. Sendo assim, este Observatório do Fluminense acredita que o nosso Tricolor deva objetivar novos horizontes na busca por uma classificação que nos permita sonhar com competições continentais. A vaga na Sul-Americana passa a ser factível e sonhar com a Libertadores é possível diante das participações das equipes brasileiras nessas competições ainda em 2017.

Por outro lado, este Observatório do Fluminense, que sempre teve um discurso propositivo com relação aos executivos do Departamento de Futebol, sugere que ao final do campeonato seja feita uma profunda reflexão dos mesmos, pois é sabido e visível que falharam, e muito, nesta reta final, principalmente.

Mas sejamos humildes diante da nossa medíocre campanha até o momento. O objetivo número 1 tem que ser a vitória sobre o Coritiba nesta próxima quinta-feira. Passo a passo, degrau a degrau.

Todos ao Maracanã!

O Observatório do Fluminense sabe que “a bola não entra por acaso”, por isso, observa.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden