HOME|EDITORIAL|Domingo eu vou ao Itaquerão!
Domingo eu vou ao Itaquerão!
Domingo eu vou ao Itaquerão!

Data: 13/04/2018

Neste domingo, 15 de abril, começará a nossa participação no Campeonato Brasileiro de 2018.  E como sempre é o nosso dever acreditar que tudo irá dar certo, que o nosso time encaixará, que os reforços virão para agregar, que o 3-5-2 funcionará em todos os jogos, que o nosso treinador Abel Braga substituirá bem e no momento certo, que o Pedro se tornará o artilheiro do Brasil e que como sempre a nossa base suprirá as futuras demandas.

Isso tudo é o que desejamos sempre, obviamente acompanhado pelo título. Sem hipocrisia, qual é a razão para não sonhar e não acreditar na mística da nossa camisa, do nosso escudo?

O fato de estarmos decepcionados com os canais de condução do nosso clube não nos permite esse direito neste primeiro momento, menos ainda o desequilíbrio político instalado pela falta de liderança por parte de quem deveria presidir o clube.

Sim! Somos e seremos sempre Fluminense!

Sim! O Fluminense estará acima de tudo!

Portando, neste momento de tensão, um pouco de equilíbrio não fará mal. Deixemos por momento de lado qualquer tensão política e nos preparemos para lutar junto nessa guerra defendendo as nossas cores na disputa das 38 partidas da Série A.

E que, calçando as sandálias da humildade, jogo a jogo, escrevamos mais uma bela página da nossa história.

Esse é o pensamento deste Observatório do Fluminense neste momento. Que fique claro.

Torcer a favor, sempre! O que não significa virar a cara em outra direção, nem varrer os problemas do clube, que existem e são muitos, para debaixo do tapete.

Mas hoje mandará no nosso coração o sentimento maior, comum a todos, sejam de situação ou oposição: o amor ao Fluminense.

O Observatório do Fluminense reitera o seu apoio irrestrito ao Vice-Presidente Geral, Cacá Cardoso, ao Vice-Presidente de Finanças, Diogo Bueno, ao Vice-Presidente de Interesses Legais, Miguel Pachá, ao Vice-Presidente de Governança, Sandor Hagen, e ao Vice-Presidente de Marketing, Idel Halfen, o seu apoio e solidariedade.

Estaremos sempre em busca da união e de um Fluminense forte.

O Observatório do Fluminense prefere por ora observar, sabendo que “a bola não entra por acaso!”.

 

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden