HOME|EM FOCO|Leandro Capela|Paz no futebol: os clubes também têm seu papel (por Leandro Capela - "Resenha em 3 cores")
  • Leandro Capela
    Leandro Capela
    Leandro Capela é graduado em Engenharia de Produção pela UFRJ e fascinado por interpretar números. Filho de Oxóssi e apaixonado pelo Fluminense, pela Portela, pela Carolina e por seus cinco cachorros, não necessariamente nessa ordem
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Leandro Capela • 07 mar 2017
Paz no futebol: os clubes também têm seu papel (por Leandro Capela - "Resenha em 3 cores")

Não é de hoje que comento com tricolores mais próximos que defendo que os perfis e páginas oficiais do Fluminense devem evitar ao máximo quaisquer ataques a rivais. A meu ver, as atitudes tomadas pela direção de um clube refletem no comportamento de seus torcedores, em menor ou maior escala, direta ou indiretamente.

Importante que não se receba a frase acima como uma regra cristalina ou um mero reducionismo. É óbvio que cada indivíduo tem sua forma de pensar e agir e não serão declarações ou postagens em redes sociais que vão determinar uma mudança drástica.

Porém, o que vimos ao longo da semana que antecedeu o último Fla-Flu faz acreditar que pode, sim, haver influência.

Além da grande atitude da diretoria tricolor ao lutar pela presença da torcida adversária – com eles, a festa do título fica muito melhor –, houve diversas publicações de ambos os clubes ao longo da semana com a hashtag #PazNoFutebol, presença do presidente rubro-negro cumprimentando o nosso presidente Pedro Abad nas Laranjeiras – afinal, sediar momentos históricos é com a gente mesmo –, faixas antes do início da partida pedindo paz e, por fim, o parabéns do rival pelo título do Fluminense.

Dentro e fora do Engenhão, nenhuma ocorrência entre torcedores adversários, segundo o Gepe. Um fato que deve ser comemorado, em tempos tão difíceis. Que seja sempre assim. Os clubes e torcedores precisam manter a postura que, ao menos no domingo, deu certo.

Especialmente ao Fluminense: quando o clube entender o tamanho da sua grandeza, tenderá a crescer ainda mais. Estamos no caminho.

 

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Sandra Monteiro - 07/03/2017 às 19h26
Parabéns aos dois clubes pela paz no futebol. Senti orgulho de ser tricolor. Parabéns ao nosso presidente, não votei nele, mas passei a acreditar que fará muito pelo Flu. ST
Responder
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden