HOME|EM FOCO|Nelson Ferreira|Muita calma nessa hora (por Nelson Ferreira - “No boteco do Nelsinho”)
  • Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira tem 29 anos, é empresário do ramo de entretenimento, faz parte do elenco fixo do Hangout do Explosão Tricolor, amante do futebol e todos os dias dá graças a Deus por ter nascido tricolor.
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Nelson Ferreira • 13 jun 2017
Muita calma nessa hora (por Nelson Ferreira - “No boteco do Nelsinho”)

Salve! Salve torcida Tricolor!

Infelizmente perdemos no sábado passado, o que em minha opinião era esperado, porque, independentemente do time do Palmeiras estar, momentaneamente, na parte baixa da tabela, não significa que eles têm um time fraco, o elenco dos caras é o melhor do país.

Ao mesmo tempo também vi a possibilidade do Fluminense sair com um empate e até mesmo com uma vitória. Os gols perdidos pelo Dourado e pelo Marcos Jr, somados às falhas individuais dos nossos defensores na partida, propuseram a derrota por 3 a 1.

Porém, aquele jogo teve um ingrediente a mais: a proposta do Palmeiras pelo Richarlison, o que acabou sendo a polêmica da semana e está rendendo ate hoje, vide o desabafo do jogador, e a nota do Fluminense desmentindo que o mesmo não tem lesão alguma.

Se muita gente acha que um dos maiores desafios do Presidente Pedro Abad seria o de montar um time sem grana, eu já enxergo que a maior proeza do mesmo será gerir os conflitos dentro da equipe, mesmo tendo um treinador como o Abel. O Presidente terá de intervir nesse caso e dar um fim nisso, como bem diz meu amigo Tricolor: "colocar o pau na mesa".´

O foco do Fluminense deve ser contra o Grêmio, o time que nos eliminou da Copa do Brasil e, o pior, a equipe que hoje, juntamente com o Corinthians, joga o melhor futebol do país.

Jogo difícil, momento no clube ruim por situações que poderiam ter sido evitadas como o “Caso Richarlison” e a aprovação das contas de 2016 do Presidente Peter Siemsen. Onde, infelizmente, teve gente que propositalmente quis tumultuar o ambiente do Fluminense. E, por sinal, continua querendo.

Entendo que o Departamento de Futebol está poupando o máximo de grana, entretanto temos que ser inteligentes e usar a nossa criatividade. Sei que não disputamos campeonatos que talvez atraiam estrelas, mas vi essa semana que o Palmeiras está fechando com o Diego Costa do Chelsea e o clube inglês bancará os salários até dezembro.

Temos jogadores que hoje não podem mais para permanecer no clube, como os casos de Maranhão, Marcos Jr e Marquinho, sendo que este último quando está em campo é igual a jogar com 10.

Porém, esses atletas que não servem para nós podem servir como moeda de troca com clubes de médio e pequeno porte do nosso país.

Paraná Clube, Bahia, Coritiba e Ponte Preta têm equipes interessantes que têm jogado o fino da bola e com um custo muito menor que o nosso podem servir de exemplo na caça por novos talentos.

Agora, a torcida do Fluminense tem que entender o seguinte: também o Flamengo, mesmo com seu elenco milionário, quando ficou sem o Diego foi eliminado da Libertadores, ganharam o Carioca porque nós demos mole, e quase foram eliminados da Copa do Brasil pelo fortíssimo Atlético-GO, que perdeu 300 gols.

Imagina o Fluminense sem o Sornoza, sem o Wellington, com o Orejuela servindo à seleção equatoriana, sem o volante reserva Douglas (com lesão atípica e de lenta recuperação), sem os reservas dos reservas, Luiz Fernando e Pierre, sem o zagueiro suplente Renato Chaves e agora com Richarlison nesse chove e não molha. Na boa, não tem time grande que aguente com tantos desfalques, isso desmonta qualquer time.

Isso sem contar que o Scarpa está voltando aos poucos e que temos uma molecada que está no seu primeiro ano de profissional. Dureza amigos.

Então é isso, vencendo na quinta-feira eu tenho certeza que o clima começa a melhorar no Laranjal. E se emendar com uma vitória contra o Flamengo, a paz volta de vez para a rua Álvaro Chaves, 41, Laranjeiras.

Fluminense é time grande, logo todos os que se dizem nossos torcedores deveriam querer ser campeões independentemente do time que estará em campo e de quem estiver ocupando a presidência.

Abraços e Saudações Tricolores!

Ps: Alô Marketing, tem alguém aí???

 

 

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Tricolor revoltado - 13/06/2017 às 15h06
O que é melhor: A molecada que está no seu primeiro ano de profissional? Alguém do Time Sub-15? Ou Marquinhos?
Responder
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden