HOME|EM FOCO|Flavio Martino|Fragilidade exposta (por Flavio Martino - “Planejando e inovando”)
  • Flavio Martino
    Flavio Martino
    O carioca Flavio Martino diz que seu destino estava traçado: ser tricolor. É formado em Comunicação, com Pós em Marketing e outra Pós em Gestão do Conhecimento e Inteligência Empresarial
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Flavio Martino • 03 out 2017
Fragilidade exposta (por Flavio Martino - “Planejando e inovando”)

O baixíssimo rendimento do time demorou para tornar-se visível. O primeiro semestre tricolor correu com razoável surpresa, e um ponto de interrogação a respeito da capacidade do elenco, frente, principalmenteà juventude do time,pairou sobre todos no ano de 2017. Mas o competente Abel Braga tirou todas as cartas da manga e coelhos da cartola e fez, apesar dos pesares, o time chegar vivo até a virada do ano.
 
A torcida sabia que a qualquer momento mostraríamos a nossa fragilidade, em termos de elenco, aos equívocos cometidos no passado recente.A juventude atual e a limitação de jogadores à disposição do técnico, por falta de contratações,como sabemos, é um risco, uma aposta, diante do atual modelo do campeonato brasileiro.
 
Talvez a aposta da diretoria fosse que esse momento de fragilidade acontecesse somente em novembro, quem sabe, em dezembro. Era o cenário otimista em que a diretoria e a torcida, assim como todos nós, apostávamos. Torcíamos. Mas, na vida, os planos nunca saem como desejado e temos que estar preparados para isso. Será que estamos? A encrenca já começou e será grande.
 
Infelizmente, estamos perdendo força na hora decisiva do Brasileirão. A juventude, aliada à falta de elenco e, agora,somada à inquietação da torcida – nada mais justo – começam a fervilhar novamente o tão conturbado caldeirão tricolor. A ferida alma do tricolor próxima a terrível zona do rebaixamento. Mais uma vez,os fantasmas começam a rondar os portões da sede. Prenúncio de dias dificílimosnas Laranjeiras.
 
Vale lembrar que este fim de ano dramático não começou em 2017.Importante. Começou na irresponsável gestão que terminou em 2016. Gestão das contratações sem lógicas, das contas descontroladas, da falta de um plano de marketing, da ausência de um patrocínio e na escassez de uma base.
 
Não estou isentando com isso o atual presidente. Ele não é totalmente vítima, pelo contrário tem a sua cota de responsabilidade diante da “desgovernança” que assolou as Laranjeiras nos últimos anos. Eu diria que o atual presidente,Pedro Abad, sabia, ou já desconfiava, que estouraria no seu colo a qualquer momento a irresponsabilidade da gestão anterior.Era questão de dias, ou jogar com a sorte.
 
Porém, é importante salientar que ele tentou fazerum movimento de reversão assim que assumiu a cadeira de presidente, ainda em dezembro.Formou junto à base que o apoiou um belo grupo de vice-presidentes e diretores profissionais, que ainda estão trabalhando duro para organizar o clube e reverter parte, de alguma forma, da situação do Fluminense. O problema é que os resultados só aparecerão nos próximos anos.
 
Com isso, é certo que Abad cometeu um erro primário de gestão: olhou para o futuro sem sepreocupar com o presente. Apostou na sorte, apostou que o ano passaria rápido, e, agora, deixa exposta toda nossa fragilidade.
 
É preciso trabalhar com foco neste último trimestre. Focar o presente. Assumir os erros e cobrar união e responsabilidade de todos. Não ainda discutir com o torcedor, que, com razão, está cansado e ferido com o fantasma de ser rebaixado. Mais do que ninguém, o presidente sabia da fragilidade e sabia que ela seria exposta em algum momento.
 
É hora de mostrar a que veio e preservar a instituição de qualquer outro vexame.

***  Na foto o gol do título do bicampeonato carioca em 1976, marcado por Doval que hoje completa 41 anos

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden