HOME|EM FOCO|Nelson Ferreira|União na arquibancada e apoio até o fim (por Nelson Ferreira - “No botequim do Nelsinho”)
  • Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira
    Nelson Ferreira tem 29 anos, é empresário do ramo de entretenimento, faz parte do elenco fixo do Hangout do Explosão Tricolor, amante do futebol e todos os dias dá graças a Deus por ter nascido tricolor.
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Nelson Ferreira • 10 out 2017
União na arquibancada e apoio até o fim (por Nelson Ferreira - “No botequim do Nelsinho”)

Salve! Salve galera Tricolor!

O momento do nosso Tricolor não é dos melhores, sabemos disso, porém nessa quinta-feira teremos o Fla-Flu e uma vitória, além de ser fundamental para o time respirar na tabela e sair de perto da zona de rebaixamento, dará um gás na molecada que esta precisando de confiança para os jogos contra o próprio Flamengo pela Sul-Americana e, principalmente, para as partidas seguintes do Brasileirão.

Com relação ao momento conturbado do Fluminense, que começa na área financeira e termina na má fase de bons jogadores e, principalmente, nas lesões de vários deles, o que nos resta é ter fé e incondicionalmente o apoio da torcida, cujas lideranças se reuniram na semana passada  com a diretoria e se comprometeram com a união na arquibancada e apoio até o fim.

Normalmente quando a torcida do Fluminense se une, surgem grandes surpresas. Em 2009 a situação era caótica dentro de campo, estávamos praticamente rebaixamentos e o improvável aconteceu, saímos da degola, chegamos à final da Sul-Americana e no ano seguinte fomos tricampeões brasileiros.

Comparem time por time e verão que não tem tanta diferença assim:

Cava melhor que Rafael;

Mariano melhor que Lucas;

Henrique melhor que Dalton;

Gum (na época) melhor que Chaves;

Léo igual a Dieguinho;

Orejuela e Wendel melhores que Diguinho e Diogo;

Conca melhor que Scarpa (naquele ano);

Sornoza melhor que Marquinho;

Wellington Silva igual ao Maicon Bolt e,

Fred melhor que Dourado, mas hoje o Ceifador está em excelente fase, é só a bola chegar nele três vezes que sai um gol. Igual ao Fred no final daquele ano. Dourado está bem desde o começo do ano, não é à toa que é o artilheiro do país.

A diferença daquele elenco para esse não é tão grande, a questão toda está na motivação, na vontade e, principalmente, na união e a sincronia entre torcida e time. O torcedor já está fazendo a sua parte, falta apenas o time.

O Maracanã vai lotar nos próximos três jogos e teremos a oportunidade de virar esse jogo. Eu acredito!

Sendo que, diferentemente daquele ano, se Deus quiser seremos campeões da Sul-Americana e não passaremos nenhum sufoco no Brasileirão!!!

Saudações Tricolores

 

 

 

 

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden