HOME|EM FOCO|Edgard Nascimento Neto|Quem disse que o ano acabou? (por Edgard Nascimento - "Testemunha da história")
  • Edgard Nascimento Neto
    Edgard Nascimento Neto
    Carioca, Engenheiro, Tricolor desde sempre, fã incondicional do futebol. Frequenta os estádios desde 1959, aos cinco anos. De Laranjeiras, para o mundo.
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Edgard Nascimento Neto • 14 nov 2017
Quem disse que o ano acabou? (por Edgard Nascimento - "Testemunha da história")

Algum apressado? Ou alguém sem noção? Ou os dois?

Parafraseando um antigo apresentador de TV,  "o programa só acaba, quando termina".

O imperioso objetivo do Clube, tecnicamente, no momento, é a PERMANÊNCIA na elite do futebol nacional. Esse é o atual FOCO. 

É claro que o assunto é o mesmo, ou seja, o Campeonato Brasileiro, mas o que mais se constata, infelizmente, são alusões não-positivas à "parte de baixo" da tabela, tanto pela imprensa quanto por parte da torcida. Seguimos em frente.

Faltam quatro jogos para o fim da competição. Bastam TRÊS pontos em doze a serem disputados, que é a conta da tranquilidade, para que o Fluminense continue na Primeira Divisão.

Teremos dois jogos em casa e dois fora, quais sejam, Corinthians (f), Ponte Preta (c), Sport (c) e Atlético-GO (f). Nossa tabela é favorável e ainda existem difíceis confrontos para algumas equipes, que almejam a continuidade no ano vindouro. 

Penso que nosso objetivo será alcançado. Quem sabe até, uma Sul-Americana - bem acessível - ou Libertadores, que é muito difícil, porém enquanto o principal não acontecer, a concentração deverá ser total. 

Mas não é só isso, não. 

Estamos em uma competição PROFISSIONAL. Existem premiações, em dinheiro, para os times colocados do 1º ao 16º lugares, na classificação geral do Brasileiro, que continuarão na Série A em 2018. 

Um gol assinalado, como também um gol sofrido, poderão mudar a posição final de qualquer equipe, significando alguns MILHARES de reais a mais ou a menos na conta dos clubes. Todos nós esperamos a melhor colocação possível, melhorando essa dotação, pois ninguém nos tempos atuais pode prescindir de tal bônus. 

É indiscutível a questão: o Fluminense tem que disputar QUALQUER competição, de modo digno e correto, até o seu final. 

O desprezo às premiações foi um dos lamentáveis ERROS ocorridos durante o ano.

Tomara que isso não se repita.

Saudações Tricolores!

 

TOQUES SUTIS

- Com os retornos de Sornoza e Henrique Dourado, o time ganha força para a reta final do Brasileiro.

- Na boa: chamar a equipe de time de zumbis, mortos-vivos ou quaisquer outras putrefações, é uma ignomínia.

- Existem ali pais de família, jovens e outros profissionais, que, dentro de suas conhecidas limitações, honram a camisa Tricolor.

 

 

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden