HOME|EM FOCO|Edgard Nascimento Neto|Em campo: com reforços, mas sem o esquema 3-5-2 (por Edgard Nascimento - “Testemunha da história”)
  • Edgard Nascimento Neto
    Edgard Nascimento Neto
    Carioca, Engenheiro, Tricolor desde sempre, fã incondicional do futebol. Frequenta os estádios desde 1959, aos cinco anos. De Laranjeiras, para o mundo.
Ver mais colunas
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
em foco • Por Edgard Nascimento Neto • 06 abr 2018
Em campo: com reforços, mas sem o esquema 3-5-2 (por Edgard Nascimento - “Testemunha da história”)

Em muitos esportes, quase sempre vence o melhor. No futebol, isso nem sempre acontece.

Mestres Zezé Moreira e Telê Santana sabiam que apenas TRÊS aspectos são FUNDAMENTAIS na armação de um bom time:

1) Qualidade no passe: ter bom passe, de curta, média e longa distâncias;

2) Domínio de bola: de quem conduz e de quem recebe o passe;

3) Posicionamento em campo: ocupação dos espaços.

Esses competentes técnicos tinham a ajudá-los apenas os bons e velhos olheiros, "promovidos" hoje em dia a "analistas de desempenho". É evidente que o preparo físico é importante e jamais deveremos esquecer também que um bom time começa com um bom goleiro. Porém, as propaladas e analisadas "formações atuais", tais como 4-1-4-1, 3-1-4-2, 4-2-3-1, simplesmente NÃO EXISTEM!

Essas formações são apenas VARIAÇÕES dos conhecidos e tradicionais esquemas 4-3-3, 4-4-2, 4-5-1 e o quase finado 3-5-2. Estes, lógico, traduzem o que um time pode fazer de melhor em ocupação de espaço. Nem destaquei o antigo 4-2-4, hoje totalmente inviável.

No Fluminense, e em QUALQUER clube que queira utilizar esse decadente 3-5-2, há que se ter, principalmente, dois excelentes laterais e dois bons meias, o que, notoriamente, não é o nosso caso. Enfrentando times fracos, vá lá, mas contra equipes medianas e superiores, a coisa complica, e muito.

Os técnicos adversários - mesmo nesses times medianos - percebem essa situação, apertando a nossa saída de bola pelos lados. Todos sabem que um dos nossos três zagueiros, mormente os que atuam pelos flancos, ao rebaterem a bola, por exemplo, quase sempre continuarão guarnecendo a entrada da área. A ausência de mais um jogador no meio é muito sentida.  

Para a nossa realidade, o 4-4-2 é o mais indicado, retirando um zagueiro e colocando um meia, povoando um vazio no centro, seja na proteção à parelha defensiva, seja na saída de bola e na criação de jogadas. Hoje em dia, "perder" o meio-campo, é fatal. 

Novas e boas contratações terão que ser providenciadas com URGÊNCIA, pois não há como seguir na "conta do chá" com atletas pouco técnicos e/ou inexperientes. Um zagueiro, um meia-esquerda e um centroavante, todos para serem titulares, são essenciais. O goleiro Júlio César jamais foi confiável, então é hora de seu reserva, Rodolfo, assumir, já que não temos mais Diego Cavalieri, bisonhamente dispensado de modo lamentável.

As conjecturas paspaquaras, iguais às considerações de quem acha que algum jogador tem que "performar", "vitrinar" ou, ainda, que este atleta "flutuou" em campo, são dispensáveis. Tudo "bullshit". Ah, sim, eu já ia me esquecendo: quem tem ala é hospital, presídio, escola de samba, time de basquete, de futsal... Time de futebol tem LATERAL.

Os "caga-regras" trapalhões, das táticas pseudo-infalíveis, seriam chamados hodiernamente por João Saldanha, falecido jornalista que possuía visão "macro", de "baba-ovos" de técnicos europeus. E ainda há aqueles, que nunca viram Pelé jogar, achando que qualquer Messi da vida seja rei. Ó Senhor, perdoai-os... Sabem NADA.

Enfim, temos apenas mais duas competições no decorrer do ano: a Copa Sul-Americana e o Brasileiro.

Para o bem da equipe e de todos, já passou da hora do nosso técnico Abel dar adeus a esse esquema falido do 3-5-2. E que as necessárias contratações venham logo.

Saudações Tricolores.

 

TOQUE SUTIL

Laranjeiras: adequar, sim. Vender, jamais.

 

 

 

VOLTAR PARA EM FOCO
Compartilhe
  • Googlemais
comente
Distribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e DescartáveisDistribuidora de Produtos Alimentícios e Descartáveis
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden