HOME|NOTÍCIAS|Fluminense nega clima de vingança e deixa rivalidade com equatorianos no passado
Futebol • ESPN • 13 set 2017
Fluminense nega clima de vingança e deixa rivalidade com equatorianos no passado

Clima de vingança? Isso não passa na cabeça dos jogadores do Fluminense em relação ao jogo desta quinta-feira, às 19h15 (Brasília), contra a LDU, do Equador, pelo confronto de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O time equatoriano virou uma espécie de “fantasma” pelos lados das Laranjeiras por ter causado dois traumas ao clube tricolor em finais de torneios continentais.

Os times duelaram na grande decisão da Copa Libertadores de 2008. Na ida a LDU surpreendeu e ganhou por 4 a 2. Na volta, no Maracanã lotado, os cariocas fizeram 3 a 1 e forçaram a prorrogação e a disputa de pênaltis. Nas penalidades, os equatorianos ganharam por 3 a 1. Um ano depois, pela Copa Sul-Americana de 2009, nova final. Em casa os equatorianos aplicaram uma goleada histórica por 5 a 1, enquanto que no Rio de Janeiro o Flu conseguiu um 3 a 0, em jogo que o artilheiro Fred acabou expulso.

“Temos que pensar sempre no jogo que está por vir e não no que aconteceu no passado. A LDU sempre monta grandes times e com certeza vai ser um jogo muito equilibrado, mas é importante que a gente consiga fazer um bom resultado para ter tranquilidade no jogo da volta”, disse o atacante Henrique Dourado, artilheiro do Campeonato Brasileiro atualmente com 13 gols anotados, um a mais que o corintiano Jô.

O goleiro Júlio César concorda. “Sabemos que existe um passado entre os dois clubes, mas sinceramente isso neste momento interfere pouco pois são outros atletas e a vontade de vencer é sempre muito grande. Nós queremos muito conquistar um título pelo Fluminense este ano e a Copa Sul-Americana é uma bela possibilidade, portanto, vamos nos empenhar muito, mas sem pensar no que ficou para trás”, declarou.

Na manhã desta terça, o Fluminense entregou a lista de inscritos para a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), porém, pelo regulamento, o clube só pode fazer três alterações em relação ao grupo que iniciou a Copa Sul-Americana. Foram retirados da lista Calazans e Mascarenhas, que não jogam mais este ano por conta de lesão, e o atacante Richarlison, negociado com o Watford, da Inglaterra.

Para a vaga deles foram incluídos três atacantes: Romarinho, contratado junto ao Globo-RN, Robinho, que chegou ao clube após se destacar pelo Figueirense na Série B do Campeonato Brasileiro, e Wellington Silva, que chegou a ser retirado da lista no passado por conta da possível negociação na janela de transferência para a Europa, o que não aconteceu.

O volante Richard, contratado junto ao Atibaia-SP, não foi inscrito. Nesta quarta-feira pela manhã o elenco do Fluminense treina e Abel Braga vai definir a escalação que pretende utilizar contra a LDU. Em seguida começa o período de concentração.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden