HOME|NOTÍCIAS|Flu perde o primeiro jogo da final do Campeonato Estadual de Vôlei
Olímpicos • Fluminense FC • 06 out 2017
Flu perde o primeiro jogo da final do Campeonato Estadual de Vôlei

Dois gigantes do voleibol em quadra nesta quinta, 5. Fluminense e SESC-RJ se enfrentaram no primeiro confronto da final do Campeonato Estadual de Vôlei. Em quadra, mais que um jogo. De um lado, a tradição da camisa Tricolor. Do outro, o time do técnico Bernardinho, que tenta recuperar a hegemonia perdida para a equipe das Laranjeiras em 2016. Desta vez, quem levou a melhor foi o SESC-RJ, por 3 a 1, com parciais de 20x25, 25x20, 25x23 e 25x23. A grande final acontece no domingo, 8, na Hebraica, às 21h.

Hylmer Dias escalou as centrais Letícia Hage e Lara Nobre, a oposta Renatinha, as ponteiras Thaisinha e Michelle Pavão, a levantadora Giovana e a líbero Fernanda. O Fluminense viu o SESC abrir o placar, mas o Time de Guerreiras reagiu rápido e disparou na frente. Dominando desde o início e aproveitando bem os erros das rivais, as Tricolores fecharam com cinco pontos de vantagem: 25 a 20.

Após várias broncas de Bernardinho, o SESC voltou para o segundo tempo errando menos, mas seguido de perto pelo Fluminense, que tinha Michelle Pavão brilhando e deixando tudo igual (11 a 11). Disputa acirrada, arbitragem confusa, as equipes trocando pontos, mas o SESC levou a melhor e fechou por 25 a 20.

Fluminense na frente no terceiro set, por pouco tempo. As rivais reagiram e fizeram 6 a 3. Leticia no bloqueio era a força que o Fluminense precisava para encostar no placar. Em seguida, Thaisinha deixa tudo igual (11 a 11), pra delírio da torcida Tricolor que não parava de gritar o nome da ponteira nas arquibancadas. Enfrentando dificuldade, o SESC-RJ levou o terceiro tempo com um placar apertado: 25 a 23.

Quarto set equilibrado, mas com as Tricolores na frente e Letícia Hage implacável no bloqueio, para desespero do técnico Bernardinho (6 a 5). E ponto a ponto o Flu foi ganhando espaço e abrindo vantagem (20 a 17). Um verdadeiro rally seguiu em quadra, quando o SESC-RJ chegou ao empate (23 a 23) e na reta final virou o jogo, fechando a partida com um ponto de bloqueio e outro 25 a 23, mostrando que vem mais emoção para a grande decisão, que ficou para o domingo.

Para a capitã Renatinha, nada está decidido:

"Acho que foi uma partida dura para as duas equipes. Tivemos altos e baixos, assim como o SESC e há muito em jogo. É o nosso bicampeonato e vamos lutar até o fim. A prévia já foi bastante interessante. A torcida vibrou, saiu satisfeita e nós também estamos felizes com o desempenho. Vamos nos preparar para a segunda etapa da final", analisou.

Uma vitória da equipe Tricolor no próximo confronto leva a decisão para o golden set de 25 pontos, e então saberemos quem fica com o título de melhor do Rio no voleibol.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden