HOME|NOTÍCIAS|Superliga: Fluminense vence o São Caetano por 3 sets a 1
Olímpicos • Fonte: Comunicação Institucional FFC - Foto: Mailson Santana/FFC • 24 nov 2017
Superliga: Fluminense vence o São Caetano por 3 sets a 1

Mais um desafio superado pelo Time de Guerreiras. A equipe recebeu o São Cristóvão Saúde/ São Caetano nesta quinta (23), pela nona rodada da Superliga, e levou a melhor sobre as paulistas por 3 sets a 1, com parciais de 25x21, 25x18, 22x25 e 25x22. As Tricolores jogaram bem, exploraram o bloqueio, melhoraram o saque e comemoraram em casa mais uma importante vitória.

A noite foi de homenagens. Antes da partida, a equipe 63+, campeã do Master, disputado em Saquarema (CBV), entrou em quadra com o sub-15 feminino, vencedor do Brasileiro Interclubes, realizado nas Laranjeiras, para celebrar com a torcida que esteve na Hebraica para apoiar o voleibol das Laranjeiras.

O jogo começou com o São Caetano saindo na frente e abrindo quatro pontos de diferença (8 a 4), obrigando o técnico Hylmer Dias a pedir tempo. Durante quase todo o set a equipe paulista se manteve na liderança, quando Thaisinha virou o placar (21 a 20) para o Flu. Bem no bloqueio, as Tricolores levaram o primeiro set por 25 a 21.

O segundo set foi mais equilibrado. Apesar do ataque forte, o Flu tinha problemas na defesa, que tiraram alguns pontos da equipe. A reação veio com Letícia Hage, que deixou tudo igual no marcador (11 a 11). O time seguiu armando boas jogadas com Lara Nobre no ataque. Dominando a partida, não demorou muito e novamente Thaisinha fez o Flu faturar mais um set: 25 a 18.

O São Caetano começou melhor o terceiro set. Na inversão, com a oposta Pamela Sanabio substituindo Giovana e a levantadora Rafaela no lugar da capitã Renatinha, o Fluminense cresceu, tentou reverter a situação, a torcida empurrou, mas faltou gás e as paulistas conseguiram fazer 25 a 22.

No quarto e último set, novamente o São Caetano saiu na frente, mas foi seguido de perto pelas Tricolores. Hylmer Dias colocou Pamela Sanabio novamente em quadra e a oposta entrou pontuando no ataque e no bloqueio. Rafaela no saque fez um belo ace e foi o suficiente para o Fluminense mostrar que o jogo não estava perdido. Um pequeno erro na troca de passes entre Michelle e Sassá levou ao empate (19 a 19), mas as paulistas não se achavam em quadra, ficando fácil para o Fluminense conquistar a vitória e finalizar por 25 a 22.

Lara Nobre, que faturou o Troféu VivaVôlei como a melhor jogadora em quadra, analisou a partida:

"Crescemos muito como equipe. Melhoramos em todos os pontos. O saque funcionou, ainda que o delas seja bem forte, mas defendemos bem também e isso fez diferença. Tudo deu certo e agora precisamos trabalhar para as próximas rodadas".

O Fluminense tem 14 pontos (cinco vitórias e quatro derrotas) e segue na sexta posição da tabela de classificação. O próximo adversário é o Pinheiros (SP), no dia 30, às 20h, em São Paulo.

Hylmer Dias escalou: Giovana (levantadora), Renatinha (oposta), Thaisinha e Michelle (ponteiras), Lara e Letícia Hage (centrais) e Sassá (líbero). Entraram: Larissa (central), Pamela Sanabio (oposta) e Rafaela (levantadora).

 

 

 

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden