HOME|NOTÍCIAS|Primeiras impressões (por João Garcez - blog Terno e Gravatinha)
Debate • Por João Garcez - blog Terno e Gravatinha - Foto: Lucas Merçon - Fluminense F.C. • 16 abr 2018
Primeiras impressões (por João Garcez - blog Terno e Gravatinha)

No jogo que abriu o campeonato, sábado, o vice mundial Grêmio mostrou por que é um dos principais favoritos a sair da fila de 22 anos sem título brasileiro, ao vencer o campeão da Copa do Brasil, em terras mineiras.

Desfalcado de Luan e Geromel, coube ao estreante André marcar o primeiro gol do Brasileirão – e ao Cruzeiro, sofrer.

Uma hora após, o Flamengo penou para apenas empatar com um esforçado Vitória, em Salvador, depois que teve Éverton Ribeiro equivocadamente expulso nos primeiros minutos, lance que resultou no gol de pênalti do Vitória, o primeiro do empate em 2 a 2.

Dirigido por um técnico interino “efetivado”, o time rubro-negro, que teve também um gol em impedimento validado, entra na competição ainda em alta, mas com status inferior ao de anos anteriores.

Ainda no sábado, o Santos, do ex-botafoguense Jair Ventura, fez o dever de casa no Pacaembu, ao bater por 2 a 0 o Ceará, de volta à Série A.

Também de volta à elite, o Coelho, do experiente Enderson Moreira, ex-Flu, surpreendeu o Sport com uma goleada, no Independência. O técnico do América-MG está há quase dois anos no cargo, uma raridade no mercado brasileiro.

Mais tarde, o Vasco virou outra nos acréscimos. O Galo foi a vítima da vez, ao sofrer, aos 53, o gol de pênalti, cobrado por Yago Pikachu. Depois da decepção da perda dramática do título estadual, a equipe de Zé Ricardo começa bem o Brasileiro e faz agora jogo de vida e morte na Argentina, pela Libertadores.

Segundo grande clube do país há mais tempo sem ganhar o cobiçado troféu nacional, o Internacional, depois de jogar pela primeira vez a Série B em 2017, se apoia no veterano D’Alessandro para cumprir campanha digna nesta edição. O time venceu o modesto Bahia, no Beira-Rio, em seu retorno ao módulo principal.

No jogo que fechou o domingo, o Atlético-PR conquistou até aqui a vitória mais contundente da rodada inaugural, que será encerrada nesta segunda, com São Paulo x Paraná e Botafogo x Palmeiras.

Há quem aposte que o time dirigido por Fernando Diniz será uma das sensações do campeonato, podendo até surpreender na reta de chegada.

Já o Fluminense não ficou nada a dever ao atual campeão brasileiro e bi paulista. Mesmo atuando em São Paulo, o time teve momentos de superioridade na etapa final, quando passou boa parte do tempo jogando dentro do campo do Corinthians.

Porém, o elenco mais encorpado do adversário, as falhas da defesa tricolor (nos dois gols de Rodriguinho, o meia estava livre para finalizar) e a síndrome dos gols sofridos depois dos 40, que custaram muitos pontos ao time em 2017 – e a desclassificação no último Estadual – decidiram a partida a favor dos mandantes. Antes, o Flu havia vencido suas últimas seis estreias na competição.

A adoção de tal padrão de comportamento, somada à organização que surpreendeu os paulistas, pode dar aos tricolores um ano bem menos difícil do que aquele que se imaginou.

A conferir.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
Fernando Reis - 16/04/2018 às 22h38
Garcez, pega aquele 'moderador' do seu blog e coloca para refundar o DOI-CODI. Aquilo é um censurador, partidário, sem lógica e sem parcialidade. Depois de anos, fui banido do blog. Mas, o tresloucado ditador continua deixando passar postagens referentes a minha pessoa. Esculachei com ele porque permite que uns falem o que quiserem, e CENSURA respostas no mesmo tom. Estou postando aqui em atenção a vários parceiros que não verão mais minhas postagens lá, apesar de citado de quando em vez. Deprimente aquele 'moderador'.
Responder
Fernando Reis - 17/04/2018 às 13h04
Veja publicado hoje (17-04)
"Rei$ de pau$ cansou de se misturar com a plebe.
Ele só se relaciona com o high society."
Isso o censurador permite na boa, mesmo estando ciente de que me baniu do blog. Não merece qualquer respeito aquela pataca de ditador.
Estava vendo um vídeo em que você lamenta a censura ao NetFlu tempos atrás. Mas, o moderador do seu blog pratica pior.
ST
Aldo Anizio - 16/04/2018 às 12h04
O time não ficou devendo em nada pro Corinthians que diga-se de passagem é o atual campeão e conta com um time mais organizado e que não sofreu tantas baixas durante a janela de transferência.

A torcida tende a analisar o resultado final mas se esquece que no futebol nem sempre o resultado traduz o que foi o jogo.

Seguindo nessa pegada ai e trazendo alguns reforços pontuais, principalmente pro setor defensivo da pra brigar na parte de cima da tabela. G5, G6 ? Quem sabe.
Responder
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden