HOME|NOTÍCIAS|Tristeza não tem fim; felicidade sim... (por Cezar Motta - Sempreflu)
Debate • Por Cezar Motta - Sempreflu - Foto: Mailson Santana - Fluminense F.C. • 15 mai 2018
Tristeza não tem fim; felicidade sim... (por Cezar Motta - Sempreflu)

Não temos direito sequer a uma semana seguida de felicidade. Agora é esperar ao longo da semana novas más notícias vindas direto da presidência, o que é uma possibilidade tão segura quanto a morte ou os impostos.

A derrota para o Botafogo, porém, é exclusivamente por culpa do Abel. Não é possível compreender o que se passa no cérebro do Abelão, o técnico que talvez tenha a pior leitura de jogo da primeira divisão.

Tudo bem que o primeiro tempo tenha sido bom, conceda-se isso a Abel. Mas é inconcebível que, com três zagueiros, a gente tome gol de cabeça de Kieza e Rodrigo Lindoso. Oquêi, foram falhas individuais dos zagueiros. Mas por que, perdendo o jogo, o Abel insiste em três zagueiros?

Por que sempre terminamos o jogo com o time transformado em uma verdadeira bagunça dentro do campo? Acho que o Alberto Valentim, com um time muito pior, deu o chamado nó no cérebro do Abel.

Por falar em cérebro, esse é um órgão que falta também em alguns dos nossos jogadores. Os caras fazem as piores escolhas, procuram as zonas mais congestionadas do campo, deixam um espaço absurdo entre o meio de campo e a nossa área.

De que adiantam três zagueiros e dois volantes, se oferecemos um imenso terreno de manobra aos caras? Nem quero individualizar as críticas aos jogadores. Alguns jogaram muito bem, mas foram desanimando por causa da bagunça, do fordunço em que o time se tornou.

O time começou jogando bem como há muito não fazia. Toques rápidos, ataques bem trabalhados. Mas erramos nas finalizações, à exceção do maravilhoso gol de Pedro, depois de uma manobra espetacular de Marcos Júnior e Gilberto.

Por que um time que faz um primeiro tempo tão qualificado desmorona no segundo tempo? Bem, o técnico deles teve méritos. O Botafogo, depois do intervalo, começou a nos imprensar, a marcar nossa saída de bola, que é sempre penosa, sofrida. Principalmente com Renato Chaves e Marlon.

Mesmo com a derrota, não mudo minha opinião: temos time para fazer uma boa campanha. O que vai atrapalhar é o atraso de salários. As bobagens recorrentes da diretoria.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
cariocaxxx - 15/05/2018 às 12h48
Que nó na cabeca de abel ? Jefferson nao teve merito ? Time perdendo gol ... Jesus é do jogo e outra n temos goleiro desde sempre julio cezar faz grandes defesas mas no geral goleiro medio
Responder
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden