HOME|NOTÍCIAS|Abel considera derrota justa e reclama de "firulas" e "frescurinhas" de atletas do Fla
Futebol • Por Hector Werlang - GloboEsporte.com - Foto: EDU ANDRADE/FATOPRESS/ESTADÃO CONTEÚDO • 08 jun 2018
Abel considera derrota justa e reclama de "firulas" e "frescurinhas" de atletas do Fla

Abel Braga considerou a derrota para o Flamengo por 2 a 0 justa. Avaliou que o primeiro tempo do Fluminense foi ruim e que o segundo, embora com uma leve melhora, insuficiente para mudar o placar. Porém, o que lhe incomodou foi a postura de alguns jogadores do adversário.

Sem citar nomes, o treinador condenou o comportamento dos rivais com a vitória em Brasília. Foi uma referência a lances de efeito de Lucas Paquetá e Vinicius Junior.

- O jogo só não ficou legal pelo o que falei do critério de amarelos. E houve um certo exagero em algumas jogadas, de subestimar. Por aí, não é legal. Ainda no primeiro tempo, no 1 a 0, virei e falei para o Barbieri chamar atenção. Daqui a pouco, o cara que está perdendo, com sangue quente, vem, te coloca por cima, quebra a perna por algo que não tem necessidade. Lá, em Cuiabá, ganhamos de quatro e não fizemos gracinhas. Não ficamos com essa frescurinha. Avisei, naquela vez, os meus jogadores que voltaríamos no mesmo avião, como será agora, de não ter brincadeira e risadinha. Pois era para se colocar no lugar de quem havia perdido. Espero que hoje a atitude do lado de lá seja a mesma - disse Abel, lembrando que as duas equipes retornam ao Rio de Janeiro no mesmo avião fretado.

No entendimento do treinador, o árbitro Dewson Fernando Freitas da Silva não teve o mesmo critério nos amarelos: cinco ao Flu, dois ao Fla. O Tricolor ainda reclamou da cotovelada de Rodinei em João Carlos e de uma dividida de Rhodolfo com Pablo Dyego.

Com duas derrotas seguidas, o Flu caiu na tabela. É o 10º, com 14 pontos. Enfrenta o Atlético-MG, domingo, fora de casa.

- Não pode ter impacto. Daqui a três dias tem jogo de novo. O complicado para nós é fazer quatro jogos fora de casa: Grêmio, Paraná, Flamengo e Atlético-MG. Aí, termina em casa contra o Santos. Tudo está mais ou menos dentro do previsto. Perdemos para o Paraná, com má apresentação, o que não era esperado. Vamos pensar no time que podemos escalar no domingo - afirmou Abel.

 

Confira outras respostas do treinador:

 

Pressão da torcida/análise do jogo

Que pressão, cara. O Flu está acostumado com isso. Nosso primeiro tempo foi ruim. Não posso levar um gol daqueles. Mas não tem o que falar. No segundo tempo, o Fla chegou uma vez só e fez o gol.

O que a gente queria... Era praticar um bom primeiro tempo. A ideia era sair no 0 a 0 para depois fazer o que fizemos. Eles saíram ganhando. A gente só chegou na área com bate e rebate. Nem as bolas aéreas conseguimos colocar na área. A vitória justa. A única coisa que tenho a dizer foi o critério dos amarelos. Minha equipe teve quatro ou cinco. A gente já conhece, desde o jogo contra o Palmeiras. Não acho que ele tenha responsabilidade no resultado, só o critério. O Flamengo está de parabéns, fez um grande primeiro tempo. No segundo, ficou recuado e marcou o segundo em contragolpe.

 

Ausências de Pedro e Marcos Junior

Todo time sente falta de jogador titular. Se eu disser que fizeram falta, estarei dando desculpa. Entramos em campo com o que temos. Demos confiança a todos. A bola não chegou direito ao João. Vocês sabem da capacidade dos jogadores ausentes. Agora, dizer que perdemos por isso não é por aí. Nos propusemos fazer uma coisa no primeiro tempo e não conseguimos. O Flamengo teve méritos. Fez a vantagem, se postou e administrou.

 

Substituições no intervalo

A ideia era terminar o primeiro tempo empatado. E iam entrar aqueles jogadores. Poderia ter sido diferente. Poderia sair o Gilberto, mas o Renato Chaves sentiu. Adutor. Pablo levou uma cotovelada ou joelhada, não sei. Aí entra o critério dos amarelos. Não adianta lamentar. Machucar, todos vão. O Marlon agora está suspenso. Vamos ver quem vamos usar daquele lado, se é o menino (João Vitor) ou o Luan, que já foi lateral.

 

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden