HOME|NOTÍCIAS|Carta aberta ao Sr. Pedro Abad, Presidente em EXERCÍCIO do Fluminense Football Club (por Marcelo de Carvalho)
Debate • Por Marcelo de Carvalho - Conselheiro do Fluminense • 04 jul 2018
Carta aberta ao Sr. Pedro Abad, Presidente em EXERCÍCIO do Fluminense Football Club (por Marcelo de Carvalho)

Sr. Presidente,

Estive presente na reunião do conselho de ontem à noite, e pretendia subir à tribuna para manifestar aquilo que ora lhe escrevo e torno público através de minha rede social.

Queria, em sede preliminar, manifestar o meu respeito por Vossa Senhoria.

Tenho, para mim, que somente grandes e apaixonados torcedores aceitam despretensiosamente a responsabilidade/encargo que é ser presidente de um clube da envergadura do nosso tricolor, em um momento tão agudo como o que ora experienciamos.

Por isso, nesse aspecto, Vossa Senhoria tem o meu respeito e solidariedade em relação às muitas ofensas morais que lhe são, diariamente, dirigidas.

Inobstante a isso, o fato é que NÃO HÁ MAIS A MENOR VIABILIDADE DA CONTINUIDADE DE VOSSO MANDATO.

Sabemos nós, que vivemos o dia a dia da instituição, que não há mais a menor possibilidade administrativa/política da continuidade de vossa gestão.

Por isso, a renúncia pode e deverá ser tomada como ato de nobreza e, por que não dizer, de amor ao clube.

Perceba, Sr. Presidente, que hoje não temos a certeza dos caminhos que o clube seguirá a partir de sua eventual saída.

Mas, em sede contrária, temos a convicção dos caminhos que o clube tem trilhado com a vossa permanência.

Por isso, prefiro apostar no incerto, já que aquilo que é certo, não é bom.

Falo em meu nome, mas tenho certeza que esse apelo atende aos anseios de milhares, milhões de tricolores.

Sei que Vossa Senhoria, homem honrado que é, tem resistido com bravura aos apelos pelo declínio de Vosso mandato.

Mas, em que pese a nobreza da vossa convicta resistência, devo lembrar que também é ato nobre e valioso a postura em abrir mãos de nossas convicções em prol de um bem maior.

Pois bem, é exatamente essa a hipótese em comento. Não faço coro àqueles que lhe dirigem as mais contundentes e indignas ofensas morais. Muito menos, aprovo a ação de intimidação pela via da violência. Mas endosso o apelo pela Vossa saída, sendo certo que a renúncia será tomada como um ato de altruísmo e amor ao clube, na medida em que evitará um iminente processo de impeachment e pacificará a enorme tensão que o clube vive no momento.

Cordialmente, deixo o meu abraço e as melhores saudações tricolores.

Marcelo de Carvalho

Conselheiro do Fluminense Football Club

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden