HOME|NOTÍCIAS|Mais livre, Jadson retoma boa fase e celebra feito inédito: 1ª vez que faz mais de um gol em um ano
Futebol • globoesporte.com • 10 out 2018
Mais livre, Jadson retoma boa fase e celebra feito inédito: 1ª vez que faz mais de um gol em um ano
Mais livre, Jadson retoma boa fase e celebra feito inédito: 1ª vez que faz mais de um gol em um ano

Profissional desde 2011, Jadson não é um jogador de fazer muitos gols. Até antes da última segunda-feira, tinha apenas quatro na carreira. Mas na vitória por 4 a 0 contra o Paraná, teve sua noite de goleador. Balançou a rede duas vezes na partida. A noite de artilheiro surpreendeu até o próprio volante de 25 anos:

- É a primeira vez que marquei dois gols em um ano, imagina em um jogo só! - brincou o jogador, que dedicou os gols à esposa:

- Procuramos fazer sempre que fazemos um gol. Tem que fazer uma média em casa. Eu já não faço gol, quando faço tenho que dar uma valorizada.

Para Jadson, o esquema 3-5-2 adotado por Marcelo Oliveira nos últimos jogos lhe deu mais liberdade para chegar mais à frente e, consequentemente, ter mais chances de fazer gols.

- O esquema que estamos jogando nos últimos jogos nos proporciona uma possibilidade maior de chegar à frente. Quando jogamos em um esquema diferente dos três zagueiros, procuramos nos preocupar mais em nos defender, porque se formos muito à frente, deixamos espaços atrás. Com três zagueiros, dá uma liberdade maior de chegarmos na área, de se movimentar um pouco mais, e isso tem nos ajudado bastante. Espero que possamos continuar correspondendo.

Contratado pelo Fluminense no fim de 2017, Jadson virou titular logo de cara do time comandado por Abel Braga. Até o momento, jogou 47 dos 52 jogos da equipe no ano. Antes dos dois gols sobre o Paraná, tinha marcado apenas uma vez pelo clube, contra o Botafogo, no Campeonato Carioca. Mesmo assim, era, no 1º semestre, uma das peças-chave da equipe de Abelão que, não por acaso, também jogava no 3-5-2. Com responsabilidades defensivas e ofensivas, era um dos pontos de equilíbrio do time.

Após a parada da Copa do Mundo, que coincidiu com a chegada de Marcelo Oliveira, Jadson apresentou uma queda de rendimento. No esquema 4-4-2, ao lado dos também volantes Richard e Dodi, chegou a atuar em um posicionamento diferente de sua melhor fase na equipe. Passou a jogar mais pelo lado direito, tanto defendendo quanto atacando. Mais centralizado com o retorno do 3-5-2, passou a ter o jogo passando por seus pés com mais frequência e voltou a crescer.

O volante, no entanto, atribuiu sua queda momentânea a um momento ruim do time como um todo.

- Depois da Copa, o time em geral deu uma caída. E quando o coletivo cai, é difícil que individualmente algum jogador se salve. Depois, o time começou a se encaixar, a ter uma sequência boa, atuações melhores. E com isso eu também vim crescendo. Eu não sou um jogador que se destaca muito individualmente, preciso muito do coletivo, assim como nosso time. Não temos um jogador que decida - avaliou.

A atuação de destaque e a goleada sobre o Paraná dá confiança a Jadson para o Fla-Flu do próximo fim de semana, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para o sábado, dia 13, a partir das 17h (horário de Brasília).

- A vitória em si nos motiva. É sempre bom vencer. A goleada é consequência do que fizemos, do que criamos. Agora temos que descansar dessa sequência pesada dos últimos e nos concentrar para que possamos fazer um bom clássico no fim de semana.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden