HOME|NOTÍCIAS|Uruguaio e tricolor, Léo Percovich alerta para perigos do Nacional e pede personalidade ao Flu
Nas Laranjeiras • Por Edgard Maciel de Sá — GloboEsporte.com • 31 out 2018
Uruguaio e tricolor, Léo Percovich alerta para perigos do Nacional e pede personalidade ao Flu

Nada de coração dividido. Por mais que seja uruguaio e tenha sido relevado nas categorias de base do Nacional, o ex-goleiro Léo Percovich terá olhos apenas para o Fluminense na noite desta quarta-feira. Com dois dos principais clubes de sua carreira em campo lutando por uma vaga na semifinal da Copa Sul-Americana, o atual técnico da categoria sub-20 do Flu virou ''personagem'' do confronto e alertou o clube das Laranjeiras para as dificuldades que irá enfrentar no Parque Central.

- É um time perigoso jogando em casa. Eles sabem usar a força do mando de campo, sabem ser agressivos na marcação, são experientes... Esses são alguns dos pontos fortes do Nacional. Na hora do jogo vai ter barulho, fogos. A pressão em cima do juiz é muito forte. Espero que tenhamos uma arbitragem de alto nível. O Fluminense vai precisar de uma apresentação de time grande. Tem que jogar de igual para igual, com personalidade - disse.

Na semana passada, Léo participou do jantar entre as duas diretorias no Rio de Janeiro como convidado especial. Ele defendeu o Nacional, entre base e profissional por oito anos, dos 13 aos 21 anos. Teve contato diário com o elenco campeão da Libertadores e do Mundial de 1988. Pelo Fluminense foram apenas 22 jogos entre 1996 e 1997, mas o vínculo atual fala mais forte na hora de escolher um vencedor para o jogo desta quarta.

- Coração é para torcedor. Agora falo do meu trabalho, estou no Fluminense. Por mais que minha formação tenha sido no Nacional, onde me tornei profissional e ganhei títulos, hoje torço pelo Flu. Se fosse outro rival, eu até torceria para o Nacional. Mas contra o Flu não dá - lembrou.

Depois do empate em 1 a 1 no Rio de Janeiro, o Fluminense precisa vencer ou empatar por dois ou mais gols para avançar de fase. A bola rola às 19h30 (de Brasília).

- Nada seria definido no Rio. Vejo o Flu preparado e com moral. O contra-ataque é uma arma fortíssima e se o Nacional bobear dá para encaixar - finalizou Léo Percovich.

Compartilhe
  • Googlemais
comente
©2017 OBSERVATÓRIO DO FLUMINENSE
Os Woden